Equipamento para resfriamento da pele que usamos em todos os pacientes durante a escleroterapia e que produz e sopra ar extremamente frio (-35°C ~ -20°C). Em contato com a superfície da pele produz uma analgesia temporária, possibilitando transformar a escleroterapia em um tratamento muito mais confortável para o paciente.

Ao contrário de outros métodos como resfriamento de contato, spray criogênico ou sacos de gelo, além de mais higiênico, ele pode esfriar a pele antes, durante e depois da picada da agulha, melhorando assim não só a dor mas também o sangramento e o resultado do procedimento.